fbpx

Segun­do a All­flex, tec­no­lo­gia oti­mi­za as tare­fas do dia a dia e aumen­ta a pro­du­ti­vi­da­de da fazen­da

Sistema de monitoramento oferece ao produtor gestão avançada no rebanho leiteiro, informa Allflex

Para per­ma­ne­cer com­pe­ti­ti­vo no mer­ca­do desa­fi­a­dor de hoje, mui­tos pro­du­to­res de lei­te pas­sam seus dias fazen­do mala­ba­ris­mos para fechar as con­tas, con­se­guir cum­prir seu tra­ba­lho com exce­lên­cia e con­ci­li­ar a roti­na pecuá­ria com as ati­vi­da­des pes­so­ais. Para auxi­li­ar os pro­fis­si­o­nais a aumen­ta­rem a pro­du­ti­vi­da­de e man­te­rem-se atu­a­li­za­dos com o que ocor­re no reba­nho, o sis­te­ma de moni­to­ra­men­to ani­mal é uma saí­da para melho­rar o desem­pe­nho da ati­vi­da­de que pos­sui mar­gens cada vez mais aper­ta­das.

“Esta tec­no­lo­gia for­ne­ce ao pro­du­tor infor­ma­ções rele­van­tes e, em con­sequên­cia, traz bene­fí­ci­os como a ges­tão avan­ça­da da repro­du­ção para con­se­guir melho­res taxas de con­cep­ção e dimi­nui­ção dos inter­va­los entre os par­tos, geran­do mais bezer­ros e mais lucro à pro­pri­e­da­de”, apon­ta Luci­a­no Lobo, geren­te de Moni­to­ra­men­to All­flex Amé­ri­ca Lati­na.

As fer­ra­men­tas tec­no­ló­gi­cas para a ges­tão das ope­ra­ções da pecuá­ria lei­tei­ra são rela­ti­va­men­te novas e os desa­fi­os que os pro­du­to­res enfren­tam são sem­pre os mes­mos. De acor­do com Lobo, um dos prin­ci­pais desa­fi­os da ati­vi­da­de é encon­trar manei­ras de tor­nar as ope­ra­ções mais efi­ci­en­tes e maxi­mi­zar a pro­du­ti­vi­da­de nas fazen­das.

“Sob pres­são para aumen­tar a pro­du­ção, mes­mo que os recur­sos con­ti­nu­em limi­ta­dos, eles pre­ci­sam melho­rar a pre­ci­são da detec­ção de cio, aumen­tar as taxas de repro­du­ção, redu­zir a depen­dên­cia de mão de obra qua­li­fi­ca­da e encon­trar mais tem­po para fazer outras coi­sas na fazen­da”, sali­en­ta.

Com a solu­ção de moni­to­ra­men­to de vacas All­flex Sen­seHub™, os pro­du­to­res podem se bene­fi­ci­ar de uma nova abor­da­gem de geren­ci­a­men­to para as ope­ra­ções, que pode aju­dá-los a melho­rar suas deci­sões na hora de inse­mi­nar para maxi­mi­zar a pro­du­ti­vi­da­de, por exem­plo.

A solu­ção usa algo­rit­mos com­pro­va­dos pelo mer­ca­do para moni­to­rar e ana­li­sar os com­por­ta­men­tos das vacas com base na ati­vi­da­de, rumi­na­ção, tem­po comen­do e outros com­por­ta­men­tos impor­tan­tes. “O sis­te­ma for­ne­ce infor­ma­ções sobre o sta­tus de repro­du­ção, saú­de e bem-estar de vacas e gru­pos, tudo em tem­po real. Isso inclui pre­ci­são incom­pa­rá­vel na detec­ção de cio, infor­ma­ções pre­ci­sas sobre ciclo estral e ori­en­ta­ções com o melhor horá­rio que se deve inse­mi­nar a vaca”, expli­ca Lobo.

Entre os bene­fí­ci­os, a ado­ção da tec­no­lo­gia aju­da a aper­fei­ço­ar as estra­té­gi­as de repro­du­ção, a aumen­tar as taxas de ser­vi­ço e de con­cep­ção, a redu­zir o inter­va­lo entre par­tos e a melho­rar o desem­pe­nho geral das carac­te­rís­ti­cas gené­ti­cas do reba­nho e os cus­tos de mão de obra.

Com a solu­ção de moni­to­ra­men­to Sen­seHub™ tam­bém é pos­sí­vel detec­tar os pro­ble­mas de saú­de de for­ma pre­co­ce, ante­ci­pan­do-se aos sinais visí­veis de uma doen­ça.

“Todos esses fato­res men­ci­o­na­dos vêm para melho­rar a qua­li­da­de de vida dos pro­du­to­res e é capaz de pro­por­ci­o­nar a tran­qui­li­da­de que eles pre­ci­sam para rea­li­zar outras ati­vi­da­des diá­ri­as, enquan­to ficam conec­ta­dos à fazen­da de qual­quer lugar, em qual­quer momen­to, usan­do dis­po­si­ti­vos móveis e com aler­tas em tem­po real quan­do a sua aten­ção for real­men­te neces­sá­ria para um ani­mal ou reba­nho”, fina­li­za.

Rolar para cima