fbpx

Even­to pode­rá ter hac­ka­ton e Cara­va­na 4.0 a dis­tân­cia e final do Desa­fio de Star­tups em novem­bro

Vem aí o Ideas For Milk 2020

“A pan­de­mia do novo coro­na­ví­rus não irá inter­rom­per o Ide­as for Milk, con­si­de­ra­do hoje o mai­or even­to envol­ven­do novas tec­no­lo­gi­as para a cadeia pro­du­ti­va do lei­te no Bra­sil”. Isso é o que garan­te o che­fe-geral da Embra­pa Gado de Lei­te, Pau­lo do Car­mo Mar­tins. “Tere­mos que nos adap­tar ao ‘novo nor­mal’ e algu­mas ações irão ocor­rer a dis­tân­cia, de for­ma onli­ne”, com­ple­ta.

“A dis­tân­cia” foi a ação que mar­cou o iní­cio do Ide­as for Milk 2020. O pri­mei­ro semi­ná­rio da Cara­va­na 4.0, que inte­gra o even­to, levan­do o deba­te sobre as trans­for­ma­ções tec­no­ló­gi­cas na cadeia do lei­te a uni­ver­si­da­des, esco­las téc­ni­cas e ins­ti­tui­ções do setor, ocor­reu por webi­nar (semi­ná­rio onli­ne) duran­te o Agro­Bra­sí­lia Digi­tal, encer­ra­do na últi­ma sex­ta-fei­ra.

O semi­ná­rio foi apre­sen­ta­do por Pau­lo Mar­tins e teve como títu­lo “Ide­as for Milk – um caso de suces­so na for­ma­ção de redes”. Duran­te o webi­nar, Mar­tins expôs a expe­ri­ên­cia na con­cep­ção e na rea­li­za­ção do even­to (que entra em 2020 em sua quar­ta edi­ção) e des­ta­cou a trans­for­ma­ção que está ocor­ren­do no cam­po. “Há uma revo­lu­ção digi­tal nas fazen­das e os sen­so­res estão con­tri­buin­do para cri­ar um ambi­en­te de vacas e pes­so­as feli­zes”, afir­mou, des­ta­can­do que o Ide­as for Milk con­tri­bui para isso, mobi­li­zan­do diver­sos seto­res, do cam­po à inte­li­gên­cia arti­fi­ci­al, das uni­ver­si­da­des ao mer­ca­do. “Apoi­am o pro­je­to inclu­si­ve empre­sas con­cor­ren­tes entre si”, dis­se.

O Ide­as for Milk não é um even­to úni­co. É for­ma­do por cin­co ini­ci­a­ti­vas que se inte­gram.  A pri­mei­ra delas é a Cara­va­na 4.0, que visa fomen­tar o ecos­sis­te­ma de ino­va­ção, incen­ti­van­do estu­dan­tes e empre­en­de­do­res a pro­mo­ve­rem o nas­ci­men­to de star­tups para a cadeia pro­du­ti­va do lei­te. Nes­sa eta­pa ocor­rem pales­tras em ins­ti­tui­ções de ensi­no, fei­ras e expo­si­ções, que che­gam a mobi­li­zar alguns milha­res de pes­so­as. O movi­men­to é leva­do a empre­sas por meio do Road Show.

Vacathon (jun­ção das pala­vras “vaca” e “hac­kathon”) é um dos even­tos de mai­or visi­bi­li­da­de do Ide­as for Milk. Até o ano pas­sa­do, reu­nia mais de 100 estu­dan­tes de vári­as ins­ti­tui­ções de ensi­no, acam­pa­dos duran­te uma sema­na na sede da Embra­pa Gado de Lei­te. Os estu­dan­tes conhe­cem aspec­tos da pro­du­ção no cam­po e na indús­tria de lati­cí­ni­os. Depois, com a aju­da de men­to­res, entram em imer­são total, desen­vol­ven­do pro­je­tos para res­pon­der aos pro­ble­mas iden­ti­fi­ca­dos no setor. A Embra­pa Gado de Lei­te ain­da não divul­gou a pro­gra­ma­ção, mas com o “novo nor­mal”, impos­to pela pan­de­mia, tan­to a Cara­va­na 4.0 quan­do o Vacathon devem ocor­rer a dis­tân­cia, de for­ma onli­ne.

A final do Desa­fio de Star­tups é o pon­to alto do Ide­as for Milk. A expec­ta­ti­va de Mar­tins é que ele ocor­ra no dia 20 de novem­bro, em São Pau­lo, no Cubo (espa­ço de empre­en­di­men­to do ban­co Itaú), de for­ma pre­sen­ci­al, toman­do todas as medi­das de saú­de e dis­tan­ci­a­men­to reco­men­das pela Orga­ni­za­ção Mun­di­al de Saú­de para evi­tar o con­tá­gio do novo coro­na­ví­rus. Dele, par­ti­ci­pam pro­je­tos de jovens empre­en­de­do­res de todo o país. Os melho­res pro­je­tos ino­va­do­res são conhe­ci­dos no desa­fio final, quan­do cada star­tup é apre­sen­ta­da e ava­li­a­da pelo públi­co pre­sen­te, que inclui repre­sen­tan­tes de empre­sas, inves­ti­do­res, pes­qui­sa­do­res, estu­dan­tes e pro­du­to­res. Os ven­ce­do­res não rece­bem prê­mi­os em dinhei­ro, mas as star­tups ganham visi­bi­li­da­de naci­o­nal.

No mes­mo even­to, no Cubo, é entre­gue o Prê­mio Ide­as for Milk de Ino­va­ção, que reco­nhe­ce ino­va­ções em pro­du­tos lan­ça­das pelas indús­tri­as de lati­cí­ni­os nos últi­mos 12 meses e têm con­tri­buí­do para a nutri­ção e a saú­de dos con­su­mi­do­res e o desen­vol­vi­men­to da cadeia pro­du­ti­va no Bra­sil.

Moder­ni­za­ção do setor – O Ide­as for Milk tem con­tri­buí­do para que o setor se moder­ni­ze, des­per­tan­do a curi­o­si­da­de dos órgãos de gover­no. Recen­te­men­te, o Comi­tê Téc­ni­co Con­sul­ti­vo do Lei­te (CTC), que inte­gra o Minis­té­rio da Agri­cul­tu­ra, Pecuá­ria e Abas­te­ci­men­to (MAPA) con­vi­dou seis star­tups fina­lis­tas do Desa­fio de Star­tups para que apre­sen­tas­sem seus pro­je­tos no Minis­té­rio. Segun­do o coor­de­na­dor geral do Comi­tê, Edu­ar­do Mas­so­le­ni, o obje­ti­vo foi com­pre­en­der melhor o movi­men­to de star­tups e iden­ti­fi­car quais as fer­ra­men­tas elas vêm desen­vol­ven­do na melho­ria da qua­li­da­de do lei­te naci­o­nal. Mas­so­le­ni diz que ficou feliz com o que viu e ouviu. “Há um cam­po enor­me para esses jovens empre­en­de­do­res atu­a­rem, dis­po­ni­bi­li­zan­do fer­ra­men­tas para a melho­ria da ges­tão da qua­li­da­de do lei­te no Bra­sil”, des­ta­ca.

Uma das star­tups con­vi­da­das a se apre­sen­tar no CTC foi a Onfarm, que ven­ceu o Desa­fio em 2018, apre­sen­tan­do um con­jun­to de solu­ções para iden­ti­fi­car os agen­tes que cau­sam a mas­ti­te, em diag­nós­ti­co fei­to na pro­pri­e­da­de. O médi­co vete­ri­ná­rio Edu­ar­do Pinhei­ro, um dos sóci­os da star­tup, diz que a pro­cu­ra pelas solu­ções que a Onfarm ofe­re­ce tem sido gran­de e que o Ide­as for Milk aju­dou a pro­je­tar a star­tup. “A empre­sa está cres­cen­do mais do que nós havía­mos pre­vis­to. Esta­mos atu­an­do em mais de 600 fazen­das no Bra­sil intei­ro”, come­mo­ra o empre­en­de­dor.

Fon­te: Embra­pa Gado de Lei­te

Rolar para cima